Demanda por Moeda

Publicado por 3009 2 comentários

Assim como bens e serviços, moedas podem ser ofertada e demandada. Assim sendo, estão submetidas às leis clássicas que regem os mercados e seus movimentos e efeitos são de extrema importância para o nosso estudo.

Por que demandamos moedas?

Existem três motivos para demandar moeda:

a) Motivo de Transação: Precisamos de moedas para adquirir bens e serviços.

b) Motivo de Precaução: Precisamos de moedas para nos proteger do futuro incerto.

c) Motivo de Especulação: Precisamos de moedas para especular através dos juros.

A demanda por moeda por motivos de transação e precaução estão originalmente inseridas na teoria clássica. Por sua vez, a demanda por moeda por motivo de especulação foi inserida na teoria econômica por J. M. Keynes.

Como se relacionam os motivos?

Considerando Md como demanda por moeda, Y renda e i a taxa de juros, podemos formalizar a seguinte expressão:

Md = MdT (Y) + MdP (Y) + MdE (i)

A demanda por moeda por motivos de transação e precaução depende de forma diretamente proporcional ao nível de renda. A demanda por moeda por motivo de especulação depende de forma inversamente proporcional ao nível da taxa de juros.

Motivo da demandaDepende da variávelMovimentoResultado
TransaçãoRendaAumentaAumenta
TransaçãoRendaDiminuiDiminui
PrecauçãoRendaAumentaAumenta
PrecauçãoRendaDiminuiDiminui
EspeculaçãoJurosAumentaDiminui
EspeculaçãoJurosDiminuiAumenta

Características da demanda por moeda

Existe um trade-off entre o custo de oportunidade de reter moeda consigo e a liquidez oferecida pela moeda. Esse custo de oportunidade é dependente do nível da taxa de juros de curto prazo.

moeda

A curva de demanda por moeda é negativamente inclinada, evidenciando a relação inversa entre a taxa de juros e a demanda por motivo de especulação. Em altos níveis da taxa de juros, as pessoas irão preferir títulos. Em níveis menores da taxa de juros, as pessoas irão preferir moedas.

A variação da taxa de juros promove um movimento ao longo da curva de demanda. Variações exógenas, porém, como alteração na renda promovem um deslocamento da própria curva de demanda.

Função demanda

A função demanda é apresentada através da seguinte função:

Md/P = m(y,r,P)

Md = demanda nominal por moeda, P = nível de preços, Md/P = demanda de saldos reais por moeda, y = renda real, r = taxa de juros

OBS: A função demanda pode variar de acordo com as proposições teóricas. Assim, existem as versões keynesiana, clássica, monetarista e diversas outras.

Leituras Recomendadas

Demanda por moeda

Continue lendo

Oferta de moeda

Sobre moedas

Tags: ,


Daniel Simões Coelho

Economista, servidor público federal, especialista em gestão pública.

Leia todos os artigos de Daniel Simões Coelho

Contato: http://academiaeconomica.com/contato

Artigos Relacionados

2 comentários

  1. José Roberto 30/11/2010 em 09:42

    Na verdade a sensibilidade de L é GRANDE a cada variação de Y, daí ser inelástica, qualquer variação pequena de Y provoca uma grande variação de L. Idêntico raciocínio no caso da elasticidade, L permanece quase o mesmo quando Y varia, sua sensibilidade é pequena.

  2. Daniel Simões Coelho 30/11/2010 em 20:34

    Valeu !!!

Deixe uma resposta